fbpx

6 PASSOS PARA CONTROLAR O ESTOQUE DE SUA EMPRESA DEFINITIVAMENTE

Se você é um empreendedor, certamente já ouviu falar em controle de estoque. Mas não basta só ouvir falar, é necessário que se faça de forma impecável.

Afinal, esta prática é essencial para o sucesso financeiro de qualquer empresa. Mas, se você nunca ouviu falar nisso e não sabe como fazer um bom controle de estoque, a hora é essa.

Embora seja uma atividade básica dentro de uma empresa, o controle de estoque é uma função indispensável, que se não for bem executada pode colocar em risco toda empresa.

Segundo o SEBRAE, controle de estoque “é o procedimento adotado pelas empresas para registrar, fiscalizar e gerir a entrada e saída de matérias-primas, mercadorias produzidas e/ou vendidas”.

Simplificando, consiste em controlar tudo que entra e sai da empresa.

Entretanto, você pode ir além, pois, através destas informações, você poderá:

    • Fazer uma previsão acertada de venda e compra de novos produtos;
    • saber quais produtos vende mais e quais não valem a pena investir;
  • aperfeiçoar o investimento com estoque.

Dá trabalho, não é? Mas nós vamos te dar 6 dicas de ouro para te auxiliar no controle de estoque de sua empresa.

Antes de tudo, você precisa ter consciência de que as informações de seu estoque não podem ser negligenciadas. E ainda mais importante é não deixar para depois, pois:

A organização do estoque evita acúmulo ou falta de produtos, além de ajudar a controlar as finanças e o espaço físico da empresa. ”

    • Este controle possibilitará a você, saber:
    • o mês e ano em que o produto foi adquirido;
    • a data de validade;
    • a quantidade do produto que você contém além do seu valor unitário;
    • o volume total comprado e o fornecedor.

Mas, chega de papo, vamos para prática. Levantamos para você as 6 melhores dicas para controle de estoque. Anota aí!

 

anota ai

1. Faça um levantamento do seu estoque

Primeiro passo, você precisa conhecer o que você já possui. Sem isto, nada é possível.

Saiba exatamente as maiores exigências no seu campo de mercado, o que está em falta e que poderá afetar o processo de vendas, o que não possui giro e principalmente os produtos que estão prestes a perder a validade.

Uma boa dica é definir um código para cada tipo de produto ou utilizar o próprio código de barras que vem com muitos produtos, por exemplo:

Se você tem um estoque de tintas de diversas cores, pode utilizar um código 000X, onde o X pode ser um número que representa a variação das cores, desta forma você terá tabelado os produtos de seu estoque de forma específica.

2. Promova queima de estoque

Tendo feito o levantamento de estoque e analisado os produtos que estão sobrando e que correm risco de ficar fora de giro, verifique quais estão com prazo de validade chegando ao limite e faça uma queima de estoque com preços mais baixos.

Esta é uma forma de não perder dinheiro, evitar maiores prejuízos, além de ter maior controle sobre seu estoque, já que, não terá itens prestes a se tornarem inúteis e sem giro no mercado.

Entenda que estoque também é dinheiro.

3. Tenha controle sobre as operações de sua empresa

Esta etapa é importante para saber a hora de reposição de estoque.  Você precisa saber em tempo real a movimentação dos produtos em sua loja.

Esta prática te da segurança de não perder dinheiro já que, você saberá exatamente o que fazer e principalmente quando fazer em relação ao seu estoque.

Uma forma ágil para isto é utilizar um sistema de gestão empresarial que automatiza todos estes processos além de garantir segurança e praticidade para quem a realiza.

4. Faça previsões de demanda

É primordial que, principalmente as empresas de produtos sazonais, ou seja, aqueles produtos que variam de acordo com a época, (páscoa, natal, dia das mães, por exemplo) tenham em mente uma previsão de quanto irá vender.

Esta etapa auxiliará para que nem sobre e nem falte produtos em sua empresa, e, deste modo você poderá ajustar seu estoque de acordo com sua real necessidade e realidade.

Para isto é importante que se conheça bem o mercado em que está situado e as preferências de seus clientes.

5. Tenha fornecedores de confiança

Este ponto é crucial. Independente se o seu controle de estoque é feito manualmente ou com auxílio de um sistema de gestão empresarial.

Lembre-se de que fornecedores de confiança não são os mais baratos, mas sim aqueles que te oferecerão um produto sem danos, no prazo certo e com a melhor qualidade.

6. Tenha um bom sistema de controle de estoque

Você certamente deve estar um pouco preocupado com o excesso de ações que deve realizar, ou até mesmo com o excesso de ações que já realiza para controlar seu estoque.

Se você faz estas atividades manualmente, certamente está passando por apuros.

Um sistema de gestão empresarial é a solução para suas dores de cabeça, pois através dele você terá todas estas informações de uma forma prática e segura e evitará que os erros advindos de atividades manuais afetem o desempenho de sua empresa.

Agora que você já sabe os seis principais passos para controlar o seu estoque, pensando no que pode ser melhor para você, te daremos duas informações extras, mas não menos importantes.

Confira:

Você sabe quais são os documentos necessários para o controle de estoque?

    • Notas de entrada dos produtos (fornecimento e entrega);
    • Recibos e notas fiscais;
    • Notas de devolução (quando necessário);
    • Notas de saídas dos produtos.

Você sabe quais informações devem ser apresentadas na ficha de controle de estoque?

Pensando na facilidade de sua gestão, apresentaremos para você as informações importantes de seus produtos que precisam ser catalogadas. Sendo elas:

1. Código e descrição do seu produto;

2. Unidade de consumo;

3. Estoque mínimo;

4. Endereço de localização depósito (quando for necessário);

5. Data de entrada e saída do produto em seu estoque;

6. Valor do custo de entrada e saída atual do estoque;

7. Valor do custo médio e anual de aquisição do produto.

Lembre-se que, não ter um bom controle de estoque pode ser muito prejudicial a sua empresa, pois você poderá ter problemas com produtos acumulados que não vendem (e nem vão vender), ou até mesmo falta de produtos.

Nós tomamos suas dores e se a sua empresa constantemente falha com essas informações, seus clientes poderão deixar, gradativamente de te procurar, pois vocês não estarão atendendo as suas expectativas.

Isto significa mais prejuízo. Fique atento!

Share

Somos uma empresa de desenvolvimento de software que teve o seu ponto de partida em 2013, abraçando o desafio de desenvolver um sistema flexível e adaptável. Hoje, com escritórios em Maceió e Ji-Paraná, nosso lema é a inovação e o que nos motiva é criar ferramentas gerenciais que impulsionem o negócio dos nossos clientes.

WhatsApp chat