fbpx

3 COISAS QUE SUA EMPRESA PRECISA TER PARA DEFINIR UMA ESTRATÉGIA EMPRESARIAL

Já estruturou uma estratégia para sua empresa, daquelas que você para e pensa:

Nossa, essa é a melhor estratégia que já definimos aqui na empresa! Certamente vai dar muito retorno para nós.

E, no ápice da empolgação, quando a coisa começa a ser colocada em prática, cai um balde de água fria na sua cabeça e você percebe que não deu muito certo?

Pois bem, se isso já aconteceu, você precisa se atentar para 3 detalhes que podem fazer toda a diferença no sucesso de uma estratégia empresarial:

    • missão da empresa
    • cultura organizacional
    • instrumentos

Ter uma estratégia é sempre uma excelente carta na manga. Se elas são eficazes, então, é melhor ainda. Tenho certeza de que você, como bom gestor, sabe mais ou menos como definir uma estratégia.

O fato é que não dá para pensar em estruturar uma sem antes se certificar de que sua empresa está apta para defini-las.

Esse é o motivo pelo qual 70% das estratégias empresariais definidas não dão certo e, quando a coisa começa a desandar, o gestor e toda a equipe responsável por colocar o plano de ação em prática começa a desanimar e a deixar o assunto de lado.

E qual é a consequência disso? Bom, ou sua empresa fica estagnada sem perspectiva de crescimento, ou a coisa começa a regredir a ponto de levar o negócio à falência.

estratégia empresarial

E isso não é brincadeira!

Segundo o SEBRAE, a estratégia empresarial é a forma como a empresa pretende alcançar os objetivos almejados na administração estratégica. É a definição da rota, a organização dos recursos organizacionais para a caminhada da empresa no mercado.

Uma característica essencial da estratégia empresarial é justamente a de analisar o cenário e definir rotas. Mas isto precisa ser com base na realidade da empresa. Você precisa estar ciente de onde você está e para onde você está indo.

O meu intuito hoje não é o de fazer você pensar nas estratégias em si. Quero voltar um passo com você e ir para o momento anterior às definições das estratégias a fim de preparar o terreno para que seus planos de ação sejam o mais eficiente possível.

Quer saber mais sobre isso? Então, continue lendo.

DEFINA A MISSÃO DE SUA EMPRESA E A TENHA SEMPRE EM MENTE

Embora este seja um processo que, geralmente, é estruturado no início da vida de uma empresa, muitos empresários deixam a desejar na hora de estruturá-lo. Ou porque não sabem a importância de ter a missão bem definida, ou porque não tinham uma ideia sólida do que realmente consiste a missão de sua empresa.

E, nos dois casos, a coisa vai ficando meio solta e a identidade da empresa se mescla a tantas outras que já existem por aí.

O fato é: a missão é que vai orientar.

Toda estratégia empresarial deve partir de um princípio, deve encaminhar para um objetivo, um alvo, um fim. Agora, imagine só se, durante um ano, você estrutura quatro estratégias, sendo duas para cada semestre e, para cada uma delas, você direciona para um lugar diferente.

Qual é a probabilidade de isso dar certo? Óbvio que nenhuma, né?

Portanto, determinar a razão de ser de uma empresa é, antes de tudo, decidir como ela vai atuar, como ela vai se portar diante dos clientes, do mercado, da concorrência, dos colaboradores.

É delimitar o que vale e o que não vale para seu modelo de negócio. É claro que, para que isso dê certo, sua empresa deve ter isso em mente.

A missão é, também, o local a que a empresa quer chegar a longo prazo. Como você vai determinar estratégias que vão direcionar a sua empresa sem ter isso em mente? Não faz muito sentido, não é mesmo?

Mas não se preocupe, se você tem dúvidas e quer saber mais sobre o assunto, vale a pena conferir nosso artigo que explica como definir a missão de uma empresa pode ajudar nas estratégias empresariais. Fique atento.

CULTIVE UMA BOA CULTURA EM SUA EMPRESA

Cultura, genericamente falando, é algo que todo mundo faz em uma determinada região, local ou grupo. Por exemplo: é cultura no Brasil que um grande número de pessoas saia para se divertir no carnaval. Aliás, o carnaval faz parte da cultura do país.

Ninguém precisa sair de casa dizendo que chegou o carnaval e que as pessoas devam se portar de determinada maneira.

Em uma família, por exemplo, pode ser cultural que todos se sentem à mesa para fazer as refeições. Deste modo, ninguém precisa avisar que só será servido os alimentos quando todos estiverem reunidos. Naturalmente, eles já sabem disso.

Todos passaram por um processo de aprendizagem, mas chega um momento em que aquilo começa a fazer parte da rotina das pessoas a ponto de elas não precisarem mais ser cobradas por isso.

Sendo assim, fica mais fácil pensar em que consiste a cultura dentro de uma empresa. De uma forma objetiva, é aquilo que é feito por todos, mesmo quando ninguém está observando e sem que alguém precise ordenar para que seja feito.

estratégia

A partir desta definição, cabe o questionamento:

O que as pessoas fazem, em sua empresa, quando ninguém está olhando ou mandando?

E sabe por que isso precisa ser bem definido? Porque é quase impossível fazer com que as estratégias empresariais sejam aplicadas em uma empresa que não tenha o engajamento da equipe como um todo.

No momento em que um plano de ação é traçado, é necessário que tarefas sejam delimitadas e delegadas e, de pessoa por pessoa, a estratégia vai tomando forma e sendo aplicada.

Se, para que isto aconteça, você precisa ficar o tempo todo recordando o que cada um tem que fazer, como tem que fazer, quais medidas devem tomar, além de ter que recordar o tempo todo qual é a finalidade da empresa para que se aja de forma coerente…

Nossa!!! Isso nunca vai dar certo, sinto muito dizer isso.

Portanto, antes de qualquer estratégia, qualquer meta a ser definida, devem-se alinhar os objetivos da empresa aos objetivos dos funcionários para que todos caminhem na mesma direção e, caminhando na mesma direção, consigam criar – juntos –, uma cultura saudável.

Se você sente que as coisas por aí estão um pouco desorganizadas, tente corrigir isso e só depois defina as estratégias. Algumas coisas que podem ser úteis são:

    • fazer mapeamento de funcionários;
    • delegar as funções de forma clara e específica;
    • criar quadros de horários;
    • fazer reuniões, instruindo aos setores a melhor forma para proceder;
    • oferecer recompensas;
    • dar o exemplo (esse é o mais importante).

DISPONHA DE BONS INSTRUMENTOS

Por fim, vale ressaltar que toda boa obra precisa de bons instrumentos. Se a sua empresa não tem estrutura e suporte suficientes para dar conta de uma boa estratégia, você pode se esforçar o quanto for, mas infelizmente não vai dar certo.

E não é pessimismo da minha parte, é realismo mesmo. Afinal, colocar uma estratégia em prática pode exigir muito de todos e isso não é de todo ruim, mas pode ser perigoso. Afinal, você precisa dar conta de muita coisa e ao mesmo tempo.

Mas, calma! A solução não é algo de outra galáxia. Com um bom software de gestão, você terá tudo o de que precisa para fazer com que seu plano de ação dê certo. E sabe por quê? Porque um bom sistema de gestão oferece:

Economia para as operações a serem desenvolvidas

Um bom sistema de gestão reduz erros, elimina retrabalhos, trabalhos manuais e economiza tempo de forma significativa.

Automação de processos

Uma das propostas mais valiosas de um sistema de gestão empresarial é justamente a automação de processos, que faz com que tudo seja mais ágil e eficiente, além de aumentar, e muito, a segurança com que as questões administrativas são executadas.

Facilidade no relacionamento com o cliente

Não são raras as vezes em que uma estratégia empresarial é definida sem levar em consideração o perfil do seu cliente ideal.

Um bom sistema de gestão empresarial possui um sistema de CRM integrado que possibilita conhecer o seu cliente, analisar a forma como ele se comporta a fim de fidelizá-lo e alcançá-lo da melhor forma possível.

Aumento de produtividade

Uma equipe que dispõe de um sistema de gestão empresarial consegue fazer muito mais com menos tempo, menos desgaste e menos estresse e isso ajuda a aumentar de forma significativa a produtividade da equipe.

estratégia empresarial

Além disso, um bom sistema é capaz de integrar toda a empresa de modo que a comunicação seja eficiente, sem gargalos e equívocos.

Bom, as vantagens não param por aqui, mas essas que foram citadas são suficientes para que você entenda que, realmente, não dá para colocar em prática uma estratégia empresarial sem antes ter capacidade para fazê-lo.

Vale ressaltar que, se o seu sistema de gestão está desatualizado, ele não serve mais para a sua empresa e pode dar mais dor de cabeça do que trazer benefícios. Se quiser saber mais sobre isso, confira esse texto que fizemos sobre a hora de trocar o seu sistema.

Share

Somos uma empresa de desenvolvimento de software que teve o seu ponto de partida em 2013, abraçando o desafio de desenvolver um sistema flexível e adaptável. Hoje, com escritórios em Maceió e Ji-Paraná, nosso lema é a inovação e o que nos motiva é criar ferramentas gerenciais que impulsionem o negócio dos nossos clientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat